Loading...

segunda-feira, 28 de junho de 2010

O Verão chegou..

O verão chegou, grande parte da população fica em extase..
Eu nao, ainda agora começou o verão e já sinto saudades do vento frio de Inverno a contornar-me a cara, das noites escuras em que nem as estrelas oferecem luz á noite e a lua está do outro lado do mundo.. Saudades do som da chuva..as noites de trovoada em que os relampagos iluminam a paisagem em frente á janela do meu quarto,(á qual deixo de portadas abertas) com a sua luz pálida, naquele segundo o tempo parece parar sustenho a respiração na espera do trovão que com o seu som grave faz vibrar a minha janela,e nos mostra a força imensa da natureza, aguardo e chegam as primeiras gotas pesadas a cair na vidraça, curiosamente este som acalma-me como a chegada de uma visita que ja aguardava há muito tempo,as gotas aumentam a intensidade e o "zumbido" da chuva a cair torna-se constante..
Pouco depois ouço o som que nas cidades ninguem ouve.. ouço o revirar das folhas de sobreiro e eucalipto fustigadas pelo vento irregular, como um demónio travesso que foi preso durante os meses de clima ameno solta-se e nao deixa as arvores permanecerem estáveis sobre os seus troncos, salta de arvore em arvore dandos lhes vida com o movimento que as faz ondular ao mesmo tempo que as pesadas gotas de chuva as atingem vindas de todos os pontos cardeais.
consigo ficar á janela a admirar estas noites, este silêncio apenas perturbado pelos sons hamoniosos da natureza, quase uma orquestra caótica mas tranquilizadora..
É o encanto das noites de inverno.. até mesmo o aconchego da lareira ao som da chuva la fora tem a sua magia..

1 comentário:

  1. Gosto? Pois gosto...
    Detesto? Pois detesto...
    Detesto o inverno porque tenho de andar bastante vestida e raramente posso andar descalça... e não consigo secar a roupa... mas tb gosto porque ha castanhas e cacau quente e lareira e torradas com mel... tudo bom para a engorda!
    Chega o verão e não entro em extase... mas sinto-me livre... pelo menos da roupa!
    Não fosse eu de Julho!

    ResponderEliminar